Nazaré

UM PARAÍSO NO CORAÇÃO DA REGIÃO CENTRO

Situada na bela Costa de Prata, pertencente à Região de Turismo Leiria - Fátima, perto de Óbidos, Leiria, Alcobaça e Batalha (a 80 km de Coimbra e 120 km de Lisboa), a Nazaré sobressai na Região Centro graças ao seu importante legado natural, histórico e cultural.

O concelho da Nazaré é atravessado pela A8 (Lisboa-Leiria) e situa-se a curta distância da A1 (nó de Leiria) e da A15, que liga a A8 ao interior do país. A sua localização privilegiada, faz dela um ponto estratégico para quem pretende visitar algumas das mais importantes cidades do país. Monumentos como o Santuário de Fátima, o Castelo de leiria, o Mosteiro de Alcobaça e o Mosteiro da Batalha são algumas das relíquias que encontrará mesmo ali ao lado.

GASTRONOMIA, CULTURA E LAZER

São imensos os pratos tipicamente portugueses que podemos provar na Nazaré, sendo o peixe fresco, o excelente marisco ou a caldeirada à nazarena algumas das iguarias que poderá saborear enquanto degusta um bom vinho português.

Os principais pontos de atracção que poderá visitar são: o Pelourinho, o Edifício dos Paços de Concelho, a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Areias, a Igreja da Misericórdia, a Igreja de S. Gião, a Ermida de Nossa Senhora dos Anjos, o Museu Etnográfico Dr. Joaquim Manso, o Museu de Arte Sacra Padre Luís Nési, o Centro Cultural da Nazaré, a Biblioteca Municipal da Nazaré, o Forte de S. Miguel ou Farol (séc. XVI), o Teatro Chaby Pinheiro e a Praça de Touros.

Para quem gosta de agitar os dias e as noites, Nazaré é também movida! Lado a lado com a tradição, encontram-se parques, cafés, restaurantes, bares e discotecas onde poderá fazer amigos e extravasar num ambiente de pura jovialidade e descontração.

UM REFÚGIO COM HISTÓRIA

Este encantador refúgio, pincelado a tons de areia e de mar, é composto por três zonas distintas que conferem à Nazaré características únicas: o Sítio, a Pederneira e a Praia.

O Sítio é um local secular de peregrinação e de culto. A passagem entre a Praia e o Sítio pode ser feita através do conhecido Elevador centenário, inaugurado em 1889, que nos conduz calmamente a um dos mais emblemáticos locais da Nazaré: a Ermida da Memória! Reza a lenda que foi lá que, em 1182, D. Fuas Roupinho, invocou a N. Sra. da Nazaré que impediu que este se despenhasse da alta falésia. A ermida foi construída então como forma de lhe prestar homenagem. No Miradouro do Suberco pode ver-se a marca deixada pela ferradura do seu cavalo e é de lá que se obtém a melhor vista sobre a praia (a sul), a vila e o oceano Atlântico.

Na praia da Nazaré, para além de saborosos passeios à beira-mar e revigorantes banhos de sol com um perfume singular característico da Costa Litoral, poderá passear pelo paredão e usufruir da enraizada componente cultural que se revela ao virar de cada esquina. Desde os trajes típicos, passando pela arte de coser as redes, preparar o engodo ou secar o peixe sobre o areal, tudo transpira tradição.

No extremo oposto encontra-se a Pederneira, um dos mais importantes portos de mar dos Coutos de Alcobaça entre os séculos XII e XVI.

ACTIVIDADES

Com o seu extenso areal dourado, as barracas às riscas e as marés fortes, as praias da Nazaré são um excelente destino para os amantes de desportos aquáticos e radicais como bodyboard, surf, windsurf, vela, mergulho, kitesuf, parapente, asa delta e até escalada, sendo na ventosa Praia do Norte que têm hoje lugar importantes campeonatos de surf e que quase sempre estão reunidas as condições ideais para esse fim.

Foi precisamente na Praia do Norte - no Canhão da Nazaré - que o surfista havaiano Garret McNamara surfou uma onda com 30 metros, a maior alguma vez surfada no mundo, que entrou com ele directamente para o Guiness Book of Records.

Entre escolas de surf, parques aquáticos e empresas ligadas aos desportos radicais, muitas são as alternativas a que poderá recorrer para encher os seus dias de emoções fortes com toda a segurança.

COMÉRCIO, FESTAS E TRADIÇÕES

A Nazaré é o local indicado para procurar produtos verdadeiramente tradicionais. Para além das bonecas nazarenas, dos barcos em miniatura, das redes e da cestaria, poderá encontrar os famosos trajes típicos das mulheres e dos homens de lá.

São inúmeras as festas religiosas que todos os anos decorrem na Nazaré. De entre os momentos festivos destacam-se as festas de Carnaval e o famoso Festival de Arte Xávega, realizado anualmente, desde 1995, com o intuito de recriar a lota de areia da praia dos anos 30, e exemplificar a forma como, no passado, se preparavam as redes e se vendia o peixe.

PORQUÊ A NAZARÉ?

Vila piscatória hospitaleira, de clima ameno, rara beleza, casario branco, um mar de azul profundo e extenso areal, a Nazaré é um destino de férias por excelência, um paraíso global muito próximo das mais importantes maravilhas de Portugal, um lugar que oscila serenamente entre as cores garridas e os tons de cinza, o rústico e o urbano, a cultura e o lazer… como acontece no Hotel Magic, totalmente concebido a pensar em si!